domingo, 15 de setembro de 2013

Ostra feliz não faz pérola.

"A ostra, para fazer uma pérola,

precisa ter dentro de si um grão de areia que a faça sofrer.

Sofrendo, a ostra diz para si mesma:

'Preciso envolver essa areia pontuda que me machuca

com uma esfera lisa que lhe tire as pontas...'

Ostras felizes não fazem pérolas....

Pessoas felizes não sentem necessidade de criar.

O ato criador, seja na ciência ou na arte, surge sempre de uma dor.

Não é preciso que seja uma dor doída...

Por vezes a dor aparece como aquela coceira que tem o nome de curiosidade.

Este livro está cheio de areias pontudas que me machucaram.

Para me livrar da dor, escrevi."

(Rubem Alves)


2 comentários:

  1. Belo blog de poesias, parabéns!
    Tenho um projeto musical com muita poesia e talvez vocês se interessem.
    Se quiser escutar, é só ir pro meu site. http://bitly.com/zuzazapataoficial
    Fica a dica! Valeu!
    Abraços, Zuza.

    ResponderEliminar